Calheiros classifica punição do CNMP contra Dallagnol 'branda' e quer reparação - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Calheiros classifica punição do CNMP contra Dallagnol 'branda' e quer reparação


O senador Renan Calheiros (MDB-AL) usou o Twitter para classificar como "branda" a pena de censura aplicada pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o ex-coordenador da Operação Lava Jato no Paraná, procurador Deltan Dallagnol, nesta terça-feira (8) (leia aqui).

A punição contra o integrante do Ministério Público Federal (MPF) se deu pelo entendimento dos conselheiros, por 9 votos a um, que Deltan extrapolou limites da simples crítica e teve o intuito de interferir nos rumos do Poder Legislativo. O caso é resultado de uma representação em que o senador Renan Calheiros, investigado na Lava Jato, acusou Deltan de quebra de decoro. Dallagnol fez críticas a Calheiros em publicações nas redes sociais.

A punição passa a figurar na ficha funcional de Dallagnol no MPF e será considerada em progressões na carreira ou futuros cargos.

Na publicação de Calheiros nesta terça, após a divulgação da punição, o senador disse que "a advertência do CNMP é branda para a odiosa perseguição de @deltanmd contra mim", comentou. O parlamentar ainda continou citando "campanhas políticas opressivas, postagens fakes, investigação sem prova para tornar-me multi-investigado (mais de 2/3 arquivadas pelo STF)".

Por fim o ex-presidente do Senado Federal ainda adiantou que entrará com ação civil para reparação de danos morais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner