Parnamirm também cancela réveillon e suspende festas de veraneio e Carnaval - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

sábado, 5 de dezembro de 2020

Parnamirm também cancela réveillon e suspende festas de veraneio e Carnaval


 

As prefeituras das cidades do Rio Grande do Norte voltaram a decretar novas medidas para tentar frear o aumento de casos do coronavírus, observados desde o início de novembro em todas as regiões estaduais. O primeiro decreto partiu da Prefeitura de Natal nesta sexta-feira (4), com o cancelamento dos eventos de fim de ano e do carnaval e a proibição de festas acima de 50 pessoas. Vizinha a Natal, Parnamirim também cancelou os eventos de fim de ano e deve estender a medida para as festas de veraneio e o carnaval, segundo a Prefeitura.

Em Natal, o decreto foi feito após as autoridades de saúde identificarem um retorno do crescimento da curva de novos casos do coronavírus. Segundo o secretário municipal de Saúde, George Antunes, o crescimento preocupou devido à pressão sobre as unidades de saúde e centros de tratamento da Covid-19, que voltaram a funcionar em horário estendido. “Quando precisamos ampliar o horário de atendimento, percebemos que o crescimento tinha voltado a patamares altos”, declarou neste sábado, 5.

Ainda de acordo com Antunes, o novo decreto tem a intenção de frear o crescimento da curva evitando novas aglomerações e ter o controle da pandemia semelhante aos patamares anteriores, observados em setembro e outubro, até o dia 15 de janeiro. “Chegamos a um patamar de não ter nenhuma morte durante dias, ter hospitais desocupados, dias com poucos casos novos. Esse decreto tem a intenção de fazer esse controle até o dia 15 de janeiro”, disse.

Caso o controle não seja feito até a data, Antunes não descartou novas medidas, mas disse que a intenção da prefeitura é evitar que haja prejuízo em outros setores da economia, mais notadamente o comércio.

Em Parnamirim, que possui uma das praias mais procuradas durante o veraneio e carnaval, Pirangi, a Prefeitura já declarou que não vai realizar festas oficiais no final do ano e sinaliza que as festas de veraneio e o carnaval também devem ser suspensas. Oficialmente, a Prefeitura afirmou que “está tudo suspenso por enquanto” em relação às festas de veraneio.

Quanto ao carnaval, o presidente da Fundação de Cultura de Parnamirim, Haroldo Gomes, disse que “devemos seguir a sinalização de outras cidades como Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo, que cancelaram o carnaval em fevereiro e adiaram para julho”. Entretanto, ele destacou que não há uma posição oficial porque o assunto ainda está em debate.

As conversas foram suspensas porque o prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, testou positivo para o novo coronavírus e está isolado.

Nesta semana, outra cidade procurada neste período de fim de ano e veraneio, São Miguel do Gostoso, também se posicionou sobre a realização de festas durante a pandemia. A orientação da prefeitura é seguir as recomendações da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) e suspender os eventos se for preciso. O Município de Tibau do Sul, outro destino comum, foi procurado pela reportagem da TRIBUNA DO NORTE durante a semana, mas não quis comentar o assunto.

Por Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner