Em SP, escolas públicas têm menor adesão à volta presencial do que as particulares - Seridó 360

Post Top Ad

test banner

domingo, 21 de fevereiro de 2021

Em SP, escolas públicas têm menor adesão à volta presencial do que as particulares


A reabertura das escolas em São Paulo abriu um novo flanco na desigualdade entre o ensino público e o particular. Enquanto unidades privadas chegam a registrar, em esquema de rodízio, a volta presencial de 70% a 100% dos alunos, na rede pública o retorno iniciou mais minguado.

Ao todo, 17% dos 3,5 milhões de estudantes das escolas estaduais voltaram à sala de aula na primeira semana do ano letivo. O dado relativo à segunda semana só será divulgado na terça-feira (23), segundo a Secretaria da Educação da gestão João Doria (PSDB).

Na rede municipal, a administração Bruno Covas (PSDB) diz estimar que 300 mil de 1 milhão de alunos (30% do total) frequentaram as aulas presenciais ao menos um dia na primeira semana do ano letivo, que acabou na sexta-feira (19).

Em colégios da rede particular, a realidade é outra. A reportagem procurou unidades da rede privada na capital paulista que atendem alunos de alto nível socioeconômico. Nove delas responderam e informaram uma adesão ao retorno presencial entre 70% a 100%. Para cumprir o decreto municipal que permite a volta só de 35% do alunado, essas escolas organizaram um revezamento das turmas para que todas as crianças interessadas pudessem retornar pelo menos um dia da semana.

Por Folhapress

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

test banner